A Palavra dos leitores 9 Abr 2012, 08:33h
Esta greve serviu para quê afinal?

Imprimir ArtigoComentar ArtigoEnviar para um amigoAdicionar aos favoritos

Espremendo, comprimindo e centrifugando o que resulta de positivo para os grevistas, para a população, para os sindicatos, para os partidos e para o País? Os grevistas perdem o salário correspondente ao período de adesão à greve e os mais desafortunados até perdem o emprego precário que tão difícil foi de conseguir. Os que chegaram atrasados aos seus empregos, os que perderam o dia de trabalho por falta de transpores, os deixaram de ser tratados e operados, etc. são os atingidos pela greve e os reais prejudicados. Os partidos promotores da greve e os sindicatos seus executores nada mais ganham do que poderem declarar os números de aderentes à greve tal como um, general louco que declara guerra a um fantasma e depois de cada batalha anuncia triunfante o número de heróis que morreram em campanha. O País e consequentemente os portugueses ficam muito mais pobres e muito mais enfraquecidos. No estado de crise e de pobreza que o país vive as greves são como rebeliões internas em plena guerra de defesa da soberania nacional.

Manuel Peñascoso

Diga o que pensa sobre este Artigo. O seu comentário será enviado directamente para a redacção de O MIRANTE.

Notícias Relacionadas
Não existem notícias relacionadas
Comentários
 
Nome
 
Email
 
Autorizo a eventual publicação na edição em papel do Mirante.

 

Tem uma história para contar? Conhece alguém que seja alvo de qualquer tipo de discriminação? Contacte-nos.
Para anunciar contacte: dcomercial@omirante.pt

2008 © Jornal O MIRANTE, todos os direitos reservados | Termos de Utilização | Política de Privacidade | FAQ’S | Contactos | RSSRSS

Voltar ao topo