Política 2 Mar 2012, 09:33h
Assembleia Municipal aprova protocolos com Juntas do Cartaxo

Imprimir ArtigoComentar ArtigoEnviar para um amigoAdicionar aos favoritos

Os oito presidentes de junta de freguesia do concelho do Cartaxo admitiram que as verbas que vão receber em 2012 dos protocolos de descentralização de competências com a câmara estão longe de ser o que esperavam, mas chegou-se a consenso generalizado por compreenderem as dificuldades da autarquia.

Em 2012 as juntas do Cartaxo vão receber 810 mil euros, bem menos que os 1,26 milhões de 2011 ou os 1,76 milhões de 2010. Das oito freguesias, sete pertencem ao PS e uma ao PSD mas, ainda assim, foi o autarca socialista de Vale da Pedra o mais cáustico. “É o dinheiro que temos. Podemos ter seis meses de governação, sete meses, é para o que der. Se não conseguir governar a freguesia, alguém que pegue nela, seria a primeira vez em 25 anos”, comentou Joaquim Edgar Oliveira.

Os restantes autarcas das juntas de freguesia pronunciaram-se sobre os protocolos, respondendo também ao repto de Carlos Mota (CDU) que fez depender o voto da coligação das opiniões de cada um.

Na votação, houve 16 votos favoráveis do PS, um do PSD e três da CDU, seis abstenções do PSD e dois votos contra do BE.

* Notícia completa na edição semanal de O MIRANTE.

Diga o que pensa sobre este Artigo. O seu comentário será enviado directamente para a redacção de O MIRANTE.

Notícias Relacionadas
Não existem notícias relacionadas
Comentários
 
Nome
 
Email
 
Autorizo a eventual publicação na edição em papel do Mirante.

 

Tem uma história para contar? Conhece alguém que seja alvo de qualquer tipo de discriminação? Contacte-nos.
Para anunciar contacte: dcomercial@omirante.pt

2008 © Jornal O MIRANTE, todos os direitos reservados | Termos de Utilização | Política de Privacidade | FAQ’S | Contactos | RSSRSS

Voltar ao topo